sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Sexo hardcore - Parte 03

Dói, um tapinha não doi, um tapinha não doi.
essa musiquinha infernal, atormentou uma geração passada, mas existe uma coisa que voce pode usar para apimentar a relação, mas isso é algo que depende muito da sua companheira ou de voce mesmo, vamos falar hoje do bom e velho BDSMQue nada mais é do que a abreviatura de
Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo
ou seja, usar um pouco de tortura na relação sexual. Vai desde a coisas básicas como algemar a parceira, vedar os olhos, dar tapas na bunda ou na cara. e isso é o básico.

Esse tipo de putaria, nem sempre quer dizer o ato sexual, as vezes não precisa nem chegar a ter a penetração (sem graça) pode ser a parceira submissa (caso ela goste da submissão), e voce trata-la como um animal, ou obriga-la a ver voce comendo outra mulher.

No reino das putarias a coisa vai mais além, a submissão pode ser levada ao extremo,


desde a jogar cera quente nas regiões intimas...




....simulação de sufocamento, ganchos espalhados pelo corpo, coleiras, levar a companheira para um clube de swing e amarra-la e ficar vendo um outro cara submetendo-a tratamentos degradantes, simulação de estupro....





....ou seja, o limite é de cada casal, muitos usam por exemplo códigos, para serem ditas quando o mesmo não estiver mais suportando a dor, o famoso "pedir agua".

No meu caso, nunca gostei de levar tapa, de levar agressões na hora da cama, principalmente por não poder levar marcas no corpo pra casa, mas sempre gostava de no mínimo dar uns tapas na cara das putas, mas apesar de estar pagando, sempre gosto de lembrar, eu respeitava o limite de cada uma, pore ex, saia com a gata, ia dar um tapa, ela falava que não gostava, pronto, ja não fazia mais, massss, quando dava um tapa de leve, ela não dizia nada, eu ia aos poucos aumentando a força, eu tinha umas gatas, que eu dava uns tapas, que se fosse na minha cara, eu chorava, e elas pediam, "mais, mais , mais"
Gostava de usar algemas, as vezes, asa colocava de quatro e algemava com as mãos para tras, quando a patroa viajava e trazia as puta pra dentro de casa, dava de algemar as mãos na cama, um braço de cada lado da cama, a vedava os olhos.






O sexo também,  na maioria das vezes, era mais 'selvagem" não tinha espaço para romantismo, sexo de novela, sempre agia como se estivesse num filme porno europeu,



usava nelas os consolos com muita rapidez, a minha puta preferida Aqui e Aqui, eu enfiava um consolo enorme do cu dela e faziam DP, e não raras vezes, colocava o pau de borracha junto ao meu, e enfiava os dois ao mesmo tempo na buceta dela, simulando esse tipo de DP




BDSM, vale a pena ser explorada, mas sempre com o consentimento da parceira, cada um cuida de seus limites, existe varias opções, comece a ver com ela filmes mais barra pesadas, e vá aos poucos sugerindo fazerem o mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

posta ae