terça-feira, 5 de abril de 2016

Sacrilegio Supremo

La estava eu, em um domingo pela manha, viajando com minha primeira amante, tinha coisas a resolver numa cidade proxima, e levei-a comigo, ao chegar, como de costume, a deixava na casa de uma amiga e só a pegava na volta, pouco antes do almoço, na volta, geralmente ganhava um boquete dentro do carro, um aperitivo até chegarmos ao motel.



Ela sempre usava um colar com uma imagem de uma santa, que irei omitir para não causar escândalo. Estavamos nas preliminares, ela me chupando, quando passei a mão pelo pescoço dela, senti o colar, e de imediato tive uma ideia.





Pedi para ela parar e pedi que tirasse o colar, ela assim o fez, então enrolei ele no meu pau, ela ficou me chamando de pecador safado.
Ela voltou a me boquetear, agora com a santa envolta do cacete. Ela parou e eu a deitei na cama, enrolei o colar em dois dedos meus, e passei a enfiar com força na buceta dela, fiz por cerca de um minuto, voltei a tirar o colar dos meus dedos e o pus sobre a pepeca, fiz sexo oral nela, passando a lingua na imagem.
Terminamos as preliminares, passei de novo a santa no meu pau, e fizemos sexo com o colar amarrado no cacete.








Fizemos umas 5 vezes sexo com o colar, cheguei a gozar nos peitos da gata, e a porra no colar.








Nenhum comentário:

Postar um comentário

posta ae