terça-feira, 4 de abril de 2017

Supremo e o psquiatra

Nãããão, nao comi nem dei pra um psquiatra, o negocio é o seguinte. Quando a patroa descobriu as putaria, foi um inferno, uma loucura, no meio de muitas brigas, quando eu tentando me justificar,  confessei algo que ela ainda não sabia, que o titio supremo estava em crise de depressão. 

Bem passou uns dias, ela me forçou a ir a um psiquiatra, a criatura não pensou nem em psicolo, mandou logo pra psquiatria.
fiz 4 sesseões e tal, mas o ponto que quero chegar, é, ele me passou alguns medicamentos controlados, e cara, um deles, não sei qual, praticamente não me deixava ejacular, nos meses que tava fazendo o tratamento, quando ia bater punheta, batia, batia, batia, batia, o braço cansava e não gozava, o mesmo aconteceu durante o sexo com a patroa, eu tinha que fingir que gozava porque ja estava cansado de nada de ejacular.
Meu erro foi em não falar para o dr sobre isso, e perguntar pra ele qual das drogas fazia aquele efeito.










Nenhum comentário:

Postar um comentário

posta ae